Viver mata | Vasco Vidigal

Viver mata | Vasco Vidigal

Nota de Imprensa

Viver Mata

De 2 de Julho 2011 até final de Setembro 2011

Nos nossos dias, os cidadãos, constantemente alvo de apelos a opções de sentido contraditório, na urgência da vida contemporânea, perante tal ruído, aflitos e confusos, esquecem o essencial — o melhor uso a dar ao tempo que cabe a cada um. De facto, hoje mais do que sempre, é pertinente colocar a questão: até que ponto estamos realmente vivos? Este projecto Artadentro, é realizado a convite do TMF-Teatro das Figuras no âmbito da sua iniciativa “Carta Branca”. Desenvolve-se em volta de uma peça contendo uma afirmação paradoxal mas incontestavelmente verdadeira — com o formato outdoor (3 x 4 m) instalada no foyer do teatro, cuja imagem é também visível em painéis electrónicos exteriores —, tem a pretensão de suscitar a reflexão individual sobre o extraordinário fenómeno de se estar vivo, apelando à participação activa do espectador. Trata-se de uma proposta de Arte Pública, inserindo-se adequadamente na tradição artística ocidental do género “Vanitas” — que simbolicamente alude à transitoriedade da vida humana —, agora numa linguagem plástica contemporânea, sem intuito moralista ou qualquer outro objectivo, que não o de promover uma acção na direcção do esclarecimento que, como se sabe, é sempre um esforço individual em liberdade.

Artadentro,
Vasco Vidigal

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

Câmara Municipal de Faro

Museu Municipal de Faro

365 Algarve

Mecanex Contabilidade e Fiscalidade

Stills Fotografia

OrizonArt Studios - Design Gráfico e Web Design

Postal do Algarve

Semanário Regional do Algarve

RUA FM