Fosa Común | Rafa Sendin

Fosa Común | Rafa Sendin

Nota de Imprensa

Fosa Común

De 4 de Abril a 16 de Maio de 2009

Rafa Sendín (Salamanca, 1971). Frequenta ateliês dinamizados por Christian Boltanski, Gabriel Orozco e Nacho Criado, e estuda com Rogelio López Cuenca. Expõe desde 2000 em mostras individuais e colectivas, em Espanha, França e Portugal. Em 2005 benficia da Bolsa Francisco Zurbarán da Junta da Extremadura. A sua obra, objecto de várias publicações, integra as colecções do Banco Santander, da Junta da Extremadura, a Colecção MEIAC, da Institución Cultural El Brocense e do Domus Artium.

Rafa Sendín, é um fotógrafo do fenómeno urbano. Vagueia pela cidade olhando-a com atenção, procurando ver para além das aparências, questionando ao mesmo tempo o seu medium e a si próprio enquanto artista.

Para apresentar na Artadentro, escolheu uma série fotográfica (Serie Uni-dos) e um vídeo (se regarder), em que se apropria de outras imagens fotográficas encontrados em dispositivos publicitários, retratando feições andróginas, femininas e masculinas. São estas imagens, cujo impacto e intenção sedutora iniciais, erudidos pela exposição quotidiana, viu alterado o seu sentido e as levou a um grau de banalidade paradoxal, que suscitam a reflexão de Rafa Sendín — investigando o processo implícito, os efeitos do fenómeno no tecido social e, também, as consequentes implicações a nível pessoal e enquanto autor/fotógrafo.

Neste caso, como em toda a sua obra, é o olhar que interessa. O olhar que observa através da objectiva, focando um pedaço do mundo, simultaneamente real e virtual. Ou o olhar do espectador/transeunte atingido subliminarmente pelas imagens publicitárias. De facto, para Rafa Sendín, como para todos nós, habitar consciente a metrópole cosmopolita contemporânea, depende também, em grande medida, da capacidade de diferenciar o ver do olhar.

Artadentro,
Vasco Vidigal

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone