Black Mountain | Paulo Brighenti

Black Mountain | Paulo Brighenti

Nota de Imprensa

Black Mountain

De 7 de Agosto a 30 de Setembro de 2009

VRSA.XXI é um projecto da Câmara Municipal de Vila Real de Santo António que pretende, de uma forma regular, trazer à cidade propostas diversificadas no âmbito da arte contemporânea. Num domínio quase sempre marcado pelas questões da «incomunicabilidade» e da «incompreensão», este projecto, com comissariado Artadentro, tem como primeiro objectivo a formação dos públicos nesse confronto com a originalidade, a surpresa, a interrogação e o sobressalto.

O Presidente da Câmara Municipal,
Luís Filipe Soromenho Gomes

No âmbito de VRSA.XXI — projecto que pretende tornar acessível ao público de Vila Real de Stº. António, e seus visitantes, a fruição de arte contemporânea —, a Artadentro propõe, encerrando o programa de 2009, a exposição de pintura Black Mountain, de Paulo Brighenti.

Paulo Brighenti (Lisboa, 1968), termina em 1996 o Plano de Estudos Completo do Ar.Co., em Lisboa, onde lecciona pintura desde 2000 sendo, a partir de 2008, Director do seu Departamento de Desenho. Vive e trabalha em Lisboa. Expõe individual e colectivamente desde 1996, e a sua obra integra colecções públicas e privadas em Portugal e no estrangeiro. Em 2002, recebeu o Prémio de Desenho da Fundação Arpad Szénes-Vieira da Silva.

Paulo Brighenti assume-se como um construtor de pinturas. Este facto, revelador de um método em que a atenção se concentra no sentido de cada camada pictórica de per si, e não apenas como outra etapa visando o resultado final, determina que em cada pintura coexistam várias.

Relevante é também o cruzamento de múltiplas referências a que o autor recorre: desde logo as iconográficas — imagens de obras clássicas ou de objectos naturais —, que servem como estrutura à obra; as literárias, que auxiliam na composição de uma narrativa privada, imperceptível ao espectador, que, funcionando como “argamassa” aglutinadora das várias fases da realização da obra, permite também alterar o valor simbólico da imagem usada; as musicais, sobretudo o Rock & Roll — o título da exposição, Black Mountain, provém da designação duma banda contemporânea —, reminiscência de uma prática e ambiente de fundo emocional ao longo da sua produção artística, etc.

Deste modo, o trabalho de Paulo Brighenti tem vindo a adquirir, deliberada e conscientemente, um carácter “cinematográfico”, recusando-se a ser apreendido num só olhar e exigindo ao espectador uma fruição atenta e prolongada — única forma de aceder à totalidade do sentido nele investido.

Artadentro,
Vasco Vidigal

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

Câmara Municipal de Faro

Museu Municipal de Faro

365 Algarve

Mecanex Contabilidade e Fiscalidade

Stills Fotografia

OrizonArt Studios - Design Gráfico e Web Design

Postal do Algarve

Semanário Regional do Algarve

RUA FM