Obra exposta em Faro. Montanha Diluída
Obra exposta em Faro. Vidro de Catedral, obras em na exposição Realidade Aumentada
Miguel Cheta, obras em na exposição Realidade Aumentada

MIGUEL CHETA

Realidade Aumentada

De 12 de Junho a 12 de Julho de 2020.
Museu Municipal de Faro

Após o período de recolhimento imposto pela pandemia que ainda nos aflige, o ciclo “Preces para afugentar tempestades, insectos malignos, etc.”, regressa ao Museu Municipal de Faro com a exposição “Realidade Aumentada”de Miguel Cheta.

Embora o termo “realidade aumentada” se tenha popularizado como designação de um novo avanço tecnológico — que integra em tempo real, dados informáticos à nossa percepção do mundo —, não é a tecnologia o que verdadeiramente interessa a Miguel Cheta. É antes, um certo sentido da alienação, traço característico da sociedade humana em geral, agora exacerbada pelo desenvolvimento tecnológico — seja por défice ou deformação da informação, por incapacidade de análise crítica, etc. 

De facto, Miguel Cheta, nesta mostra multimédia (integrando imagem projectada, fotografia, desenho e objecto), vem sublinhar a fragilidade da nossa sociedade face aos novos desafios: a obsolescência do homem-máquina típico da era industrial (o que reproduz); e o advento do homem-tecnológico global (dotado de competência técnica e culturalmente apto ao exercício de análise crítica, adaptável e inovador). 

Miguel Cheta, enquanto ser social e político,“acredita que a arte tem um papel fundamental na educação e integração social”. A sua obra reflecte a “relação de proximidade com o território que ama e habita, este lugar periférico, paradigmático, conhecido por Algarve.”.

Sobre o artista:

Miguel Cheta(Loulé em 1970), é Licenciado em Artes Visuais pela Universidade do Algarve, frequentou o MobileHome – escola nómada e experimental de arte contemporânea, dirigida por Nuno Faria em Loulé (2009/2012).

Tem participado em projetos educativos que cruzam o Património ou/e a Educação com o processo artístico, tais como Lugares Mágicos da Direcção Regional da Cultura do Algarve, 10X10 da Fundação Calouste Gulbenkian e Arte Vezes Educação da Câmara Municipal de Loulé. Expõe regularmente desde 2001.

Artadentro,

Vasco Vidigal

***

MIGUEL CHETA

Augmented Reality

From 12th of June to 12th of July 2020

After a pause imposed by the pandemic that still afflict us, the cycle “Prayers to chase away storms, evil insects, etc.” returns to the Faro Municipal Museum with the exhibition “Augmented Reality” by Miguel Cheta.

Although the expression “augmented reality” has become popular as a designation for a new technological advance – which integrates in real time, informatic data to our perception of the world -, technology is not the Miguel Cheta’s focus point. He focuses on a certain sense of alienation, a characteristic feature of the human society in general, now exacerbated by the technological development – due to deficit or deformation of information, or incapacity to produce critical analysis, etc. 

In fact, Miguel Cheta, in this multimedia exhibition (in which he shows projected image, photography, drawing and object), underlines the fragility of our society when it comes to face new challenges: the obsolescence of the typical machine-man from the industrial era (who reproduces); and the advent of the global technological man (gifted with the technical competence and culturally apt to produce critical analyses, adaptable and innovator).  

Miguel Cheta, as a social and political being, “believes that art plays a fundamental role in education and social integration”. His work reflects the “relation of proximity with the territory that he loves and inhabit, this peripherical and paradigmatic place, known as Algarve”.

About the artist:

Miguel Cheta (b. Loulé, 1970) is a graduate in Visual Arts by the University of Algarve and attended the MobileHome – nomad and experimental school of contemporary art, directed by Nuno Faria in Loulé (2009/2012).

He has participated in educational projects that mix Heritage or/and Education with the artistic process, such as: Magical Places (Algarve Regional Directorate for Culture), 10X10 (Calouste Gulbenkian Foundation) and Art X Education (Municipality of Loulé). Miguel has exhibited his works since 2001.

Artadentro

Vasco Vidigal